Untitled Document
Voltar para a Home...   sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

O controle de acesso é a chave da segurança do condomínio
Deve-se tomar algumas precauções nas entradas dos condomínios, iniciando pela identificação qualquer pessoa que queira entrar no prédio
Neste último mês de março foi divulgado pela imprensa mais um caso de assalto em prédio na região central e foi veiculado da seguinte forma: Trio bloqueia celular para furtar apartamento - Porteiro não conseguiu ligar para vítima, que estava viajando, para confirmar versão de ladrões de que eles estavam autorizados a entrar: “A polícia procura três suspeitos de roubar nessa terça-feira, 4, um apartamento de um dentista na Bela Vista, região central de São Paulo. Os celulares da vítima foram bloqueados horas antes do crime e os ladrões disseram ao porteiro que estavam autorizados a entrar. Os bandidos disseram ao porteiro que foram autorizados a entrar pela irmã do morador e que tinham pressa porque iriam viajar. O funcionário do condomínio chegou a conversar com uma mulher por telefone, que se passou pela irmã do dono do imóvel.”
Fonte: Site Estadão de 06/03/2014.
Portanto deve-se  tomar algumas precauções nas entradas dos condomínios, iniciando pela identificação de toda e qualquer pessoa que queira entrar no prédio, mas nunca se esquecendo do detalhe de que esta triagem deve ser feita na parte externa do condomínio. Ou seja, do lado de fora dos portões, perguntando-lhe o nome, de onde vem, com quem gostaria de falar ou visitar e, se for o caso, o assunto a ser tratado. Feito isto, é preciso entrar em contato com o morador, verificando a possibilidade deste recebê-lo ou não. Autorizado, dever-se-á liberar a entrada do visitante, cadastrando-o, anotando seus dados em livro, formulário próprio, ou ainda em sistema informatizado, indicando o caminho que o visitante percorrerá até a residência do morador.
O porteiro deve ser orientado que antes de tomar atitudes de liberação de entrada de estranhos ao prédio, certifique-se que a autorização, via fone, partiu realmente de um morador. Para tanto, a portaria deverá manter um cadastro atualizado de todos condôminos, servindo como fonte de consulta para os porteiros a fim destes contatarem diretamente os moradores.
Outra precaução  é evitar que táxi com visitas entre direto para a garagem. A recomendação é que essa pessoa entre a pé no prédio.
Acrescido a isto, os funcionários deverão ser treinados e preparados,  aliando a uma seleção e recrutamento eficientes no que diz respeito aos colaboradores domésticos .
Agir preventivamente se minimiza esses risco e dificulta o acesso daqueles que querem se aproveitar dessas vulnerabilidades e fazer os condomínios  vítimas de suas artimanhas.

José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em
Condomínios e autor dos livros
“Manual de Segurança em
Condomínios’’ e “Técnicas de
Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1176360 visitas
 
Desenvolvido por