Untitled Document
Voltar para a Home...   sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

As portarias devem ser projetadas para maior segurança
Atualmente, percebemos que em vários assaltos, principalmente nos arrastões, os ladrões invadem o prédio, pela entrada de pedestres ou mesmo de veículos
Mais uma vez, no mês passado, tivemos um arrastão em um prédio em Moema, no qual bandidos entraram pela porta da frente do condomínio no momento da entrega de jornal. O assunto foi veiculado pela imprensa, da seguinte forma: “Bando faz arrastão em condomínio de luxo em Moema - Grupo invadiu prédio na manhã desta terça (22)... O bando roubou joias e dinheiro dos moradores do condomínio. O porteiro do prédio, Dirceu Marin, de 56 anos, foi rendido enquanto os assaltantes faziam um arrastão nos apartamentos. ‘Fiquei na guarita, vieram entregar jornal e aí entraram quatro caras. Me empurraram com arma na cabeça e anunciaram o assalto’, disse.”
(Fonte: Estadão Conteúdo, de 22/09/2015).

Atualmente, percebemos que em vários assaltos, principalmente nos arrastões, os ladrões invadem o prédio, pela entrada de pedestres ou mesmo de veículos, e se dirigem à portaria a fim de dominá-la e controlar a situação. Com a guarita tomada, tem-se como visualizar toda movimentação interna e externa do condomínio e, infelizmente, somente alguns edifícios residenciais, considerados de alto padrão, são projetados prevendo sistemas de segurança adequados.
Um dos principais pontos de vulnerabilidade do condomínio, sem dúvida alguma, e que deve ser muito bem planejado é a portaria, pois é um dos locais mais importantes de qualquer conjunto residencial, tendo em vista que é por esta entrada que se fará todo o procedimento de controle de acesso e a triagem das pessoas que desejam acessar as dependências do prédio, além de ser o cartão de visita do condomínio. Para tanto é necessário que se siga algumas regras básicas, quando da confecção do projeto e execução desse tipo de obra, para que seja construído dentro das regras básicas de segurança, levando em conta, também, a estética de sua arquitetura e a funcionalidade.
Primeiramente, a portaria deverá ser única, que tenha ótimo ângulo de visão de todo entorno e que seja protegida, a fim de que o porteiro possa desempenhar sua missão com segurança. Deve ter como obstáculos grades e portões, formando uma eclusa entre si, tendo altura mínima de 3 metros e sistema de abertura eletrônico. Poderá haver algumas outras extensões físicas, tais como sensores infravermelhos ativos ou cerca eletrificada. Deve ser muito bem iluminada, evitando pontos de penumbra à frente do edifício.
A guarita deve ser construída, de preferência, de alvenaria e inteiramente blindada, com todos os vidros à prova de balas, portas também blindadas, paredes reforçadas, além de possuir passador de encomendas, também blindados, e que evite contato físico entre o entregador e o morador ou mesmo o porteiro. Deve ter películas de proteção visual que dificulte a visão do seu interior no horário diurno ou noturno. O porteiro precisa ser preservado e, para isto, é necessário que a portaria possua um banheiro exclusivo para os funcionários. Os seus principais equipamentos de comunicação devem ser o interfone, o telefone e o rádio HT, devendo ser complementado, como backup de comunicação,  por aparelhos celulares ou rádios digitalizados.
Nas guaritas, deve-se ter também botões de acionamento eletrônico dos portões, o monitor de CFTV, um botão de pânico e o teclado do sistema de alarme. O ideal é que a guarita tenha uma câmera de CFTV instalada em seu interior, a vídeo vigilância, e que esta seja monitorada externamente. Isto para controlar o movimento interno e ser utilizada em situações de emergência ou invasão.
Para melhor controle de entrada, é interessante que os condomínios invistam em um sistema de controle de acesso informatizado através de biometria ou outro meio eletrônico.
E, finalmente, é de suma importância que se tenha um porteiro devidamente selecionado, capacitado e treinado.

José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em
Condomínios e autor dos livros
“Manual de Segurança em
Condomínios’’ e “Técnicas de
Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br


  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1176297 visitas
 
Desenvolvido por