Untitled Document
Voltar para a Home...   sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

A união entre o público e o privado a favor da segurança dos condomínios
Face ao elevado número de roubos no entorno  e dentro dos  prédios,  ocorridos neste ano no estado de São Paulo,  observou-se a necessidade de unir esforços entre os condomínios e os órgãos de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a fim de minimizar tais problemas. Baseados nesta ideia, a concepção de cinturão de segurança através de sistema de monitoramento inteligente, surge como uma forma de se implantar projeto de proteção e ações para prevenir e combater a criminalidade ao redor dos condomínios. Para tanto, no último mês de junho, foi celebrado um convênio entre a Secretaria de Segurança Pública e o Secovi, sendo veiculada a seguinte notícia na mídia:  ‘BBB’ vai integrar câmeras de condomínios.
“Com sistema inteligente, Detecta forma cinturão em 38 municípios paulistas, incluindo S. José e Taubaté; objetivo é ajudar a prevenir roubos e furtos em prédios e condomínios fechados. O sistema Detecta, espécie de ‘cinturão’ de monitoramento’ criminal que abrange São José, Taubaté e ainda 36 outras cidades paulistas, vai integrar as câmeras dos condomínios à rede policial com o objetivo de reforçar o combate ao crime no Estado. A ação é fruto de um convênio firmado entre a Secretaria de Segurança Pública e o Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais). O Detecta é considerado um sistema de ponta, usado em Nova York há nove anos. A parceria terá validade de cinco anos.” 
Fonte: http://gazetadetaubate.com.br/, de 28/06/2016.

Este projeto, basicamente, diz repeito à integração do sistema de monitoramento por câmeras de condomínios do Estado, tendo como objetivo implementar um programa de prevenção contra os casos de roubo e furto em condomínios, edifícios e áreas urbanas. Também cria uma parceria educacional para que sejam desenvolvidas atividades do programa de prevenção junto aos usuários dos edifícios e condomínios, o qual permitirá a realização de orientações a respeito da prevenção de delitos, por meio de palestras e da distribuição de material informativo sobre o tema, utilizando companhias da Polícia Militar da área, com a finalidade de atuarem de forma preventiva e reativa de segurança.
 No Estado de São Paulo, o sistema começou a ser utilizado no final do ano passado em 38 municípios. São 480 câmeras e radares OCRs (que registram placas de veículos), mais 2.181 câmeras de monitoramento em municípios e estradas da região ao sistema.
É importante que os síndicos participem de reuniões dos Conselhos Comunitários de Segurança para se inteirarem sobre o tema, além de promoverem o treinamento de  todos os funcionários,  participando no auxílio para identificação de possíveis ações suspeitas, não conformidades e/ou emergências na rua ou mesmo nos prédios. Desse modo, atua-se preventivamente e em situações emergenciais, acionando, de imediato,  a polícia.
Este excelente projeto terá ganhos positivos se houver a vontade de todos os envolvidos de participarem ativamente desta importante união entre os prédios e o sistema de Segurança Pública, que está se mostrando bastante aberto em interagir com os condomínios. 

José Elias de Godoy - Especialista de Segurança em Condomínios e autor dos livros “Manual de Segurança em Condomínios’’ e “Técnicas de
Segurança em Condomínios”. - elias@suat.com.br


  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1176316 visitas
 
Desenvolvido por