Untitled Document
Voltar para a Home...   sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

Medidas legais para se prevenir contra falsos policiais
Neste mês de maio tivemos, lamentavelmente, mais um assalto ocorrido em condomínio

Neste mês de maio tivemos, lamentavelmente, mais um assalto ocorrido em condomínio, onde uma quadrilha se fez passar por Policiais Civis, invadindo o prédio. O fato foi veiculado pela imprensa da seguinte forma:
“Bandidos com uniforme da Polícia Civil invadem cobertura em São Paulo. Fonte: Site G1 (Quarta-feira, 14/05/2008)”
Neste caso, especificamente, vimos que o porteiro passou por uma situação extremamente constrangedora, onde se deparou com indivíduos disfarçados de policiais civis, querendo entrar no condomínio para cumprir um mandado judicial, sendo que aquele tinha determinação de não deixar nenhum estranho no interior do prédio. Diante desta situação, o porteiro optou pelo lado que julgou dentro da legalidade, mas infelizmente não foi o correto e o relacionado à segurança.
Para tanto, é importante relembrar que as pessoas estranhas só entram no condomínio devidamente autorizadas pelos moradores, e isto diz respeito também aos policiais, exceto em ocorrências de crimes que estejam em situações flagrante delito, desastres iminentes e mandado judicial, observadas as formalidades legais, para efetuar prisão ou outra diligência. Portanto, quando situações semelhantes ocorrerem, o porteiro ou mesmo o zelador deverão, sempre, procurar certificar-se quem realmente é a pessoa que está querendo entrar no prédio e, para isto, deverão identificá-los, do lado externo do edifício,  verificando sua identidade funcional, além de analisar se possui, realmente, mandado judicial. Se for algum chamado de emergência, confirmar a solicitação com o condômino, tudo antes de liberar sua entrada. Deve-se, em caso de dúvida, chamar o síndico ou outra pessoa do Conselho de Condôminos afim de dirimir possíveis desacertos afim de não comprometer a segurança do condomínio ou mesmo, incorrer em crime de desobediência por obstruir o trabalho policial.
Caso a dúvida persista, os funcionários, ou mesmo os moradores, deverão acionar a Polícia Militar, pelo telefone 190, afim de que uma viatura vá até o condomínio para checar o que está sendo informado pelos supostos agentes públicos.  
Além disto, os moradores, mais uma vez,  devem ficar atentos às pessoas que contratam para trabalharem em suas residências, verificando seus antecedentes pessoais e profissionais, assim como orientá-los para não ficarem comentando sobre seus bens e sua rotina.

José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em Condomínios
e autor dos livros
“Manual de Segurança em Condomínios’’ e
“Técnicas de Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br"



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1176342 visitas
 
Desenvolvido por